Friday, September 04, 2009

THE HOUSE OF LAUGHING WINDOWS




Pupi Avati, músico de jazz e jornalista, desenvolveu no cinema italiano, como relaizador, uma vertente fantástica que evolui entre a poesia, o melodrama e o erotismo. O olhar penetrante sobre a sociedade italiana nao é menos penetrante do que um Belochio. Um dos seus filmes mais interessantes, La Casa dalle Finestre Che Ridono (1976, a.k.a. The House of Laughing Windows) é um exercício de narrativa literária e social, quando um restaurador de obras sacras (Lino Capolicchio) contratado por uma pequena comunidade italiana para recuperar o acervo pictórico de um excêntrico artista local, de nome Lagnani, reverenciado e, ao mesmo tempo, cercado de mistérios e devaneios patológicos, revela uma obsessao sem limites por seus frescos, da mesma forma que perscruta sua enigmática história familiar e os misteriosos laços com seus habitantes. Desprovido do excesso de erotismo e estilizaçao que marcou os gialli italianos dos 60's e início dos 70's, La Casa é um espaço onde as imagens (o que é visto de forma cruel e o que também nao se vê) revela mais do que seu título permite.

1 Comments:

Blogger christian herrman said...

tenho uma curiosidade enorme de assistir a esse filme. Você saberia onde encontrá-lo? Obrigado!

11:56 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home